Apr 4, 2013

#133

como voltar a escrever depois de tantos meses longe? sobre o que falar, o que nao falar, a quem falar? enfim, misteriosamente tenho recebido alguns comentarios aqui no blog, inboxes no facebook e coisa e tal pedindo pra eu voltar. o povo quer saber, entao aqui estou.

nao sei quando decidi parar de escrever aqui. a vida estava boa, tava tudo muito bem e tudo muito lindo, e chegou um momento em que postar no blog era visto como uma obrigacao. 'deixa eu ir ali atualizar mamae sobre o que esta acontecendo na minha vida'. e eu fui perdendo o gosto, fui perdendo o jeito, a vida foi tomando conta e eu deixei. tenho uns dez posts no rascunho com temas estilo 'falar sobre o halloween e sobre coisa e tal', mas nenhum desenvolvido. eu nao me lembro de metade das coisas que eu rascunhei por la, e acho que esse eh um dos motivos que eu quero voltar a escrever aqui. pra poder ter um registro, pra eu saber o que anda acontecendo na minha vida. porque as vezes eu preciso ler algo que escrevi pra atinar alguma coisa.

mas de outubro pra ca, o que mudou? nao muito. a vida continua a mesma, eu continuo sendo au pair na mesma host family, o namoro ta ai firme e forte. eu conquistei uma independencia pessoal pois desde novembro, tenho um carro so pra mim. meu bf tinha o carro e um truck que ele deixava de enfeite e sempre vinha com a conversinha de 'um dia eu vou consertar e comecar a dirigir ele'. um dia ele ficou com preguica de me trazer em casa, falou que eu podia dirigir o carro dele pra ca e usar durante a semana, e devolver na sexta seguinte. estou com o carro ate hoje :) ele consertou o truck, nao quer nem saber do carro mais e se refere a ele como 'meu carro'. entao ta, ne?

e o que isso significa na minha vida? que eu posso sair pra onde quiser, quando quiser, sempre que quiser. fico off e nao preciso pedir pelo carro de ninguem, nao preciso dar satisfacao da onde estou indo nem quando vou voltar. eh uma liberdade sem precedentes, e eu nao consigo me imaginar sem um carro de novo. ao menos enquanto moro aqui. hoje em dia eu trabalho com esse carro, levo minha baby no medico, na biblioteca, no parquinho, quando estou com os outros 2 tambem levo em diversos lugares. eles ficam espremidinhos atras mas a gente se ajeita.

e querendo ou nao, essa liberdade me fez mais feliz ainda. porque por mais que eu ame minha hf, tem aqueles dias em que eu nao quero ver a cara de ninguem, nao quero ouvir kid gritando ou batendo na minha porta. entao eu simplesmente saio. to afim de ir ali no quiosque da redbox alugar um filme? vou, pego e volto. sem ter que pedir 'deixa eu usar o carro por dez minutinhos so pra buscar um filme?' e se eu decidir comer fora, ou ir passear na target, ou ir visitar a belle, eu simplesmente vou. sem ter que ligar pra avisar/pedir que eu fique com o carro mais um pouco. eu nao sei e nao consigo imaginar como seria ter que pedir pra esse tipo de coisa, ja que eu me acostumei a fazer as coisas do meu jeito, entao ja digo que sinto muito pelas au pairs que tem que dividir o carro com a hf ou pedir pra usar sempre, mesmo quando o carro eh so da au pair.

outra coisa que mudou foi minha relacao com minha baby. no comeco eu claro, gostava dela, mas nao amava. amor se constroi com o tempo, e eu ainda estava de homesick do meu baby na outra familia. entao eu me fechei a ela, e ela naturalmente tambem deve ter pensado 'quem eh essa moca que veio tomar o lugar de mamae, que sempre ficava comigo?'. hoje em dia eu mato e morro pela minha nenem linda. eu sou imensamente apaixonada por ela, e me excito em qualquer coisinha nova que ela faz. a mae nem liga mais, coitada, ja passou por isso por duas vezes com os outros filhos, mas eu fico igual mae de primeira viagem. ela comecou a falar algumas palavras e a cada conquista, eu estou la tirando fotos, fazendo videos e chorando junto. nao consigo imaginar o dia em que nao serei mais responsavel por ela, mas por enquanto eu ainda tenho mais seis meses de novas descobertas.

e falando nisso, eu cheguei ao ponto da frustracao ao ser au pair. estou falando do meu menino de 4 anos. chegamos na fase em que o meu kiddo da primeira familia estava quando eu cheguei la, e eu - god forbid me -, nao gostava dele. ele era malcriado, respondao, ignorante e atrevido. e meu B chegou nessa fase, e eu estou pra me descabelar. primeiro porque foi quase um ano de autoridade criada por mim que simplesmente sumiu. segundo porque eu conheci o lado lindo dele, e nao consigo imaginar o quao forte a transformacao foi. ele nao me respeita mais, nao me escuta, eu preciso repetir a mesma coisa 436346...65654 vezes, ele comecou a me responder e enfim, esta terrivel. e eu estou quase sem esperancas, sofrendo antecipadamente pelos dois meses com ele em casa. mas o que me deixa mais triste eh que enquanto na primeira familia meu kiddo era devidamente disciplinado, aqui ele se coloca na posicao de vitima. conversei com minha fofa ontem sobre isso, e ela disse pra eu mudar minha atitude. pra fazer o famoso 'foque no positivo, nao foque o negativo'. ao inves de mandar ele clean up, ou fazer qualquer outra coisa, vou ter que vestir minha armadura de animadora de circo e dizer que 'opa, voce eh tao bom em (insira aqui a tarefa que eu quero que ele desempenhe), nao quer me ajudar aqui nao?'. ou seja, vou ter que motivar uma crianca a fazer aquilo que ele deveria fazer por SER uma crianca. brincou? agora eh hora de limpar? vamos la trabalhar toda uma motivacao do PORQUE ele precisa limpar, PORQUE ele deveria limpar e qual vai ser o reward dele se ele limpar. eu nao consigo entender como isso vai ser bom pra ele no futuro, porque eu aprendi quando crianca que eu tinha que fazer porque mamae/titia/papai/vovo mandou e PRONTO. que se eu quisesse algo, eu tinha que merecer. e que se eu fosse mal educada, eu iria ter uma punicao. e infelizmente aqui em casa o maximo que acontece sao quatro minutos sentado na escada.

e isso cai naquela questao de que au pair nao esta aqui pra educar, e sim pra fazer a vontade da crianca. so que eh foda voce nao ter o poder de educar a crianca, mas eh voce quem vai ter que lidar com a bitterness dela. eu me controlo e seguro a vontade que da de jogar a crianca no quarto e deixar de castigo por duas horas e penso que um dia, com meus filhos, eu vou poder aplicar o metodo que eu acho adequado pra educa-los. e isso que mantem minha sanidade, de pensar que daqui seis meses eu nao preciso mais aguentar birra e malcriacao de crianca que nao eh minha, e que um dia se meu filho tiver a mesma atitude, sera punido da forma como eu achar melhor. grazadeus meu bf tambem pensa como eu, ja apanhou muito na vida e aprendeu que crianca nao tem que querer isso ou aquilo, que nao tem que ser chantageada com doces e chocolates pra fazer tal coisa e principalmente, que um time out de 4 minutos nao resolve nada.

eu nao vou prometer que escreverei todos os dias, todas as semanas ou todos os meses. prometo que vou atualizar os posts no rascunho, que vou tentar escrever sobre algumas coisas que rolaram nos ultimos meses e tal, e dai veremos se voltar a postar aqui vai ser algo frequente. eu tenho alguns muitos emails escritos de uma forma bem pessoal sobre alguns fatos que rolaram, vou ver se os destrincho um pouco e faco virarem posts. eu nao me sinto mais na posicao de dar dicas de primeira viagem pra au pairs porque tanta coisa ja mudou no processo que eu nem sei mais. mas prometo que venho sempre compartilhar meu ponto de vista sobre diversos assuntos, relacionados ou nao ao mundo auperiano. eu me desliguei muito dessa comunidade de au pair nos ultimos meses, e foi uma das melhores coisas que eu fiz, ja que passei a me preocupar menos em ser sempre a helpful. porque eu tenho disso, de entrar no problema dos outros e tentar resolver, entao eu sempre tentava dar tips e dicas e isso ou aquilo, e agora eu vivo a minha vida de au pair, que mesmo nao sendo sempre flores, vai muito bem obrigada :)

6 comments:

  1. Ahh que bom que você voltou! *-*
    simplesmente amo o jeito que você escreve!
    Bjo

    ReplyDelete
  2. Ow, de boa, você não deve nada a ninguém! Nem posts de dicas, nem explicações de por quê o sumiço, nem nada! O blog é seu! Se virar uma obrigação ao invés de algo prazeroso, fica como? Não fica!
    Esceva porque é bom para VOCÊ, quando e como for bom para VOCÊ. Vamos gostar de saber das suas aventuras, mas sabe que quando a gente escreve com gosto os posts fluem e ficam melhores do que quando são pensados, revisados e calculados para ficarem bem e serem "úteis para alguém".
    (Até porque, as novas au pairs de hoje em dia andam muito preguiçosas e querendo tudo na mão. Rsrsrs não precisa facilitar, senão quando chegarem aí a decepção é maior. Deixa elas se virarem nos trinta também! :P)

    ReplyDelete
  3. Hummmmm.... adorei você ter voltado!!!!!! Concordo plenamente com o comentário da MariSpil, tudo que se faz por prazer sai bom de qualquer jeito. Tem um tempão que não olhava seu blog, achei que você tivesse desistido de vez, mas, hoje para minha surpresa, olha o novo post aqui! No início eu gostava muito de ler para saber mesmo como você estava e tudo mais, mas, agora sei que você se adaptou completamente, sei dos seus planos, confio em você e torço para que tudo que você almeja dê certo. Para não perder o costume, para mim, o que importa é a sua felicidade, sempre. Eu sinto muita saudade, mas, já sou bem grandinha para não conseguir lidar com ela. Eu te amo!!!
    Mil beijinhos, da sua Mami preferida!!!!

    ReplyDelete
  4. Fico feliz que tenha voltado a escrever :)

    ReplyDelete
  5. Aaeee, ela apareceu! Fico feliz que esteja tudo bem :) saudade de ler seus posts!

    Que delícia ganhar o carro do namorado, hein? Haha quem me dera viu? Eu divido com a hf, mas sempre pego o carro e vou onde quero, MAS tem o 'plus' do "posso usar o carro pra isso?". Mesmo sabendo que sim, você precisa pedir né. Chato -.- haha!


    Eu sou como você, me acho a helpful, pego o problema dos outros e quero ajudar. Eu me afastei muito de alguns grupos também, e isso me fez bem! Só não consigo me afastar do blog, porque é outra coisa que me faz bem! :D


    Espero ver outro post em seguida!


    www.claupair2011.blogspot.com =**

    ReplyDelete
  6. Não deixe de atualizar não, mas é uma delicia a falta de tempo também. Sair, namorar, não parar em casa!!
    Nos conte sobre os planos futuros, já está sentindo na reta final?

    ReplyDelete