Oct 28, 2012

#122

Nunca fui de cozinhar. Também, com uma mãe e um pai iguais aos meus, acho que seria até uma afronta se eu me aventurasse pela cozinha lá de casa. Mamãe e papai são cozinheiros NATOS, inventam receitas que dão certo 98% das vezes, sejam elas salgados, doces, enfim, tem de tudo. Então nem arroz eu sei fazer (gente, muita vergonha nessa hora - todo mundo fazendo facepalm.)

Eu até tentei cozinhar arroz aqui nos US, já digo em minha defesa. Mas não rolou mesmo. Quando eu morei na outra casa, minha fofa cozinhava sempre, então eu nunca nem me preocupei. Mesma coisa na casa do Bobby, porque estar perto de gente que cozinha bem é algo que me persegue, então arrumei um namorado que cozinha divinamente. Todo fim de semana era um prato novo e diferente, e tudo sempre muito gostoso (exceto a tal da meat loaf, que eu não gosto mesmo!). Ainda por cima, a Su toda vez que vinha nos visitar, cozinhava. A Belle também cozinha. Enfim, já deu pra ver que não é aqui que eu ia aprender, né?

Mas o destino - ah, esse malandrinho, me mandou pra uma família com uma HM que é uma catástrofe na cozinha. Em defesa dela, a torta de blueberry dela é muito boa. E fim. Toda semana minhas kids comem comida congelada, que é só por no forno e pronto. Mas um dia a fofa tinha que sair pra buscar as kids na escola, e precisava fazer umas shells recheadas. Ela pediu pra eu desfiar o frango enquanto ela tivesse na rua, que quando ela chegasse, ela terminava de cozinhar.

Só eu sei o quanto é difícil pra ela que já não gosta de pôr a mão na massa, ter que fazer jantar com neném chorando, kid gritando e pedindo coisa o tempo inteiro. E como sempre que ela chega com eles, eu fico off, eu resolvi fazer um agrado e já cozinhar o negócio inteiro - tá na chuva, é pra se molhar. Cozinhei o macarrão, terminei de desfiar o frango, fiz o recheio e puff, em menos de uma hora a travessa estava pronta pra ir pro forno. Fofíssima chegou em casa e quase morreu de tanto agradecer, e quando eles finalmente foram jantar, me mandou uma txt me intimando e ir comer também, que estava uma delícia e que se eu não fosse comer, tinha o risco de acabar! Subi e realmente, tava muito gostoso, gente! Mais tarde ela me mandou outra txt contando que tinha acabado de repetir, justo ela, que não repete nem chocolate!




Na semana seguinte, estava eu aqui a toa, minha baby dormindo, e eu resolvi cozinhar de novo. Dei uma olhada geral e fiquei sem saber o que fazer. Liguei pra Belle e falei que "olha, tem as tais das shells de novo, queijo e um pouco de frango". Daí saiu a idéia de fazer um creme de queijo com frango, e rechear as shells. Só que a Belle não tinha uma receita pra isso, ela fazia da cabeça dela e dependendo se faltasse sal, tempero ou qualquer coisa, ela ia adicionando. Pensa eu fazendo algo assim? Ela inventou uma receita na hora, foi me ditando os ingredientes e eu fui vendo o que eu tinha. No final das contas, tive que confiar no meu instinto de saber se o tempero estava bom. Adivinhem só: foi um sucesso! Eu já estou louca pra fazer de novo, de tão bom que ficou. Minha fofa mais uma vez me alegrou com uma txt dizendo que ela e as kids amaram, então eu subi pra comer também!



Daí semana retrasada eu resolvi fazer outro capricho: a fofa viajou na quinta pra uma competição de cavalos e só ia voltar na sexta, já com as kids. Como eu sabia que ela ia chegar super cansada, quis tirar a preocupação de fazer janta das costas dela. Mas não tinha quase nada aqui em casa, não tinha nenhum tipo de carne, frango ou whatever, a fofa tinha entrado na dieta e a casa estava entupida de legumes e verduras. Mas tinha penne! Procurei no google uma receita de macarrão com legumes e achei uma legalzinha e simples. Eu não tinha metade dos ingredientes, então inventei de colocar o que eu tinha: green beans, pimentões, broccoli, tomates... eu não provei porque não como vegetables (shame on me) e nem sei se comeram tudo porque eu sai na sexta mesmo e só voltei domingo. Mas ela mandou uma txt dizendo que estava uma delícia, então eu acredito, né?




Semana passada eu não cozinhei nada. Mas já estou doida pra fazer algo gostoso nessa semana, embora ainda não saiba o que, hahahah. Muito bom ter "comida de verdade" em casa, e ao mesmo tempo, ver que eu posso sim, dar um show na cozinha!

Oct 27, 2012

#121

Infelizmente a época de acampar passou. As noites agora estão BEM mais frias, e meus weekends tem sido mais cheios. Mas foi uma experiência bem legal, e eu já tô doida pra primavera chegar e eu poder ir acampar de novo - dessa vez, mais preparada!

Plaquinha na cachoeira
A primeira vez que eu e Bobby fomos acampar, a gente foi lá pros cafundós de Maryland. O nome do local é Cunningham Falls State Park, e o check-in começa às 3PM, e o check-out vai até as 3 também (lógico né, hahaha). Foi quase uma hora de viagem pra Western Maryland, perto de Hagerstown. O camping era enorme e lindo, e pagamos quase $30 (taxes inclusas) pra montar nossa barraca lá. O camping também oferece cabanas ($60) pra quem quer um pouco mais de conforto. Eu uso o site http://www.reserveamerica.com/ pra reservar nosso lugar, é confiável, rápido e mostra muitas opções de lugares.

A dica pra quem for acampar à moda antiga mesmo, é pegar um spot perto do banheiro. Nós ficamos quase em frente, tinham dois spots na nossa frente, mas como estávamos num hill, à noite era complicado subir até o banheiro - o jeito foi fazer o xixi livre, leve e solta (e se precisasse, dava até pra usar um copinho - nisso eu tenho muita experiência, hahahah).

Infelizmente a gente chegou à noite, então foi aquele sacrifício pra acender a fogueira, ir ao banheiro, montar a barraca... enfim, já deu pra imaginar a cena, né? Mas finalmente conseguimos, e às 10PM, pudemos sentar em frente ao fogo e relaxar. Nessa noite fizemos hot dogs e a idéia era fazer s'mores, mas ele esqueceu de comprar chocolate :( então foi só marshmallows mesmo. A barraca que pegamos emprestada era tamanho médio, coube a gente direitinho mas não caberia mais que 4 pessoas, quem dirá um colchão de casal inflável (que a gente ainda não tem, mas é artigo de primeira necessidade pra próxima vez.) BTW a gente também não tinha lanterna, viu? Camping para noobs, hahaha. Pra ajudar na fogueira, eu dei uma geral no carro dele e joguei muito papel velho lá. Também compramos 6 "pacotes" de firewook que vendem no próprio local (eu não me lembro do preço exatamente, mas chuto que deu quase $50.)

O look certo pra acampar - NOT

Trilha pros noobs
No próximo dia, depois de uma noite muito (mal) dormida, fomos desmontar a barraca e conhecer a área. Gente, que lugar lindo, viu? No mesmo local do camping eles tem uma trilha que te leva direto à uma cachoeira. Na verdade, são duas trilhas - uma super hardcore, com pedras, hills, tem que escalar horrores até a cachoeira. A cachoeira por si só pe uma decepção, a trilha é muito mais bonita. Aliás pra mim aquilo não era cachoeira, era um ribeirãozinho descendo as pedras. Além disso, tem também uma trilha estilo caminho-das-pedras, em que quando se chega na cachoeira, aparece outra trilha do nada, que infelizmente não chega à lugar nenhum. Mentira, chega no estacionamento, mas não no que paramos. Eu adoraria ir pela trilha hardcore, mas meus joelhos não aguentam. E tem a trilha dos velhinhos, kids e pessoas como eu, hahahah. Super bem feita, em questão de 20min você chega na cachoeira, que não é lá essas coisas de enorme, mas é bem bonita sim. Tiramos umas fotos por lá e fomos fazer o check-out.

O look certo pra hiking - NOT
Daí duas semanas depois, resolvemos ir acampar de novo, dessa vez mais perto da casa dele. Fomos no Greenbrier State Park, perto de Frederick. O horário de check-in e check-out era o mesmo (acho que é padrão pra todos os campings). Reservamos pelo mesmo site e o preço também foi o mesmo, mas não conseguimos um spot perto do banheiro dessa vez. Também estávamos mais preparados e levamos firewook (é proibido, então se alguém for levar, tem que esconder debaixo de um lençol ou qualquer coisa.) Tem muito anúncio no Craiglist de firewood - seja de graça, seja pagando mais barato que no local do camping. A idéia era ir buscar na casa de alguém, mas ficamos com medo de chegarmos de novo à noite no camping, então resolvemos pegar estrada - o que foi uma sorte danada, já que no meio do caminho achamos um campo CHEIO de firewood pra ninguém botar defeito - tinha de todo tamanho. Estacionamos e corremos uma mini maratona de ida-e-volta pro carro, com as mãos cheias de madeira. Pegamos um monte, até encher o porta mala, e fomos pro camping. Mas não adiantou muita coisa, porque chegamos lá à noite de novo. Mas tudo bem - dessa vez o desafio era outro.

Olha o tamanho da bicha aí
Bobby pegou uma outra barraca com um amigo dele, e dessa vez, a barraca era ENORME. Assim, enorme do estilo de ser dividida em três ambientes, mais a entrada - sim gente, a barraca tinha uma mini varanda. O tempo que o Bobby levou pra montar a barraca (cerca de 3 horas), foi o tempo que eu levei pra limpar o carro dele e jogar tudo na fogueira - até carta da ex dele tinha, HAHAHHA. Essa mereceu ser jogada no fogo mesmo, viu?

Quando deu umas 11PM, botamos nossa cadeirinha em frente ao fogo e nos preparamos pra fazer burguers e s'mores. Fomos dormir mais uma noite péssima (daí surgiu a necessidade de comprar um colchão inflável) e no outro dia, fomos passear pela área. Mas diferente do outro camping place, esse não tinha nada legal por perto, então ele resolveu cumprir uma promessa antiiiiga: me levar no primeiro Washington Monument (pra quem não sabe, aquela coisona em DC foi o terceiro). O local é chamado de Washington Monument State Park (gente, tudo é State Park, credo!)




De acordo com nosso amigo google:
Built in 1827, it was the first monument to George Washington to be completed. The Baltimore Washington Monument was completed two years later, although it had been started considerably earlier in 1815. The famous Washington Monument in the District of Columbia was not completed until 1885. The stone tower was built and dedicated to the first president by the citizens of Boonsboro, Maryland on July 4, 1827. The tower is 34 feet (10.4 m) tall and was built by the citizens of the village of Boonsboro. 
Pé na estrada e depois de uns 30 minutos, chegamos lá. Uma subidinha de 15 minutos recheada de fatos históricos e interessantes, contados por plaquinhas all over the place, chegamos no monumento, que é muito bonito, mas o que vale mesmo é a vista - dá pra ver um pouco de MD, VA e até mesmo PA. As fotos falam por si só :)





No meio do caminho havia uma pedra. Havia uma pedra no meio do caminho. Bom, no nosso caso, ao invés de ser uma pedra, era uma trilha. Chamada de Appalachian Trail, é uma trilha ENORME que começa em Maine e vai até a Georgia. Dizem que dura 6 meses pra chegar ao final. A trilha passa nos seguintes estados: Georgia, North Carolina, Tennessee, Virginia, West Virginia, Maryland, Pennsylvania, New Jersey, New York, Connecticut, Massachusetts, Vermont, New Hampshire, and Maine. Eu adoraria fazer uma loucura dessas e desbravar a trilha, mas 1) o joelho não deixa, gente 2) será que eu dava conta de ficar sem internet por tanto tempo? (ah, essa tal internet) e 3) acho que o tanto que eu ia emagrecer, eu engordaria o dobro depois só comendo o que eu estivesse com saudades, HAHAHAH. Mas falando sério, acho muito digno quem consegue completar um desafio desses, quem sabe um dia né?

Como eu não tirei foto da trilha, vai essa daqui de casa mesmo, que eu ando todo dia com minha baby, hahaha :)
Eu nunca tinha acampado antes, e simplesmente adorei. Acho que vale muito a pena, mesmo com todos os perrengues, dormindo desconfortável e comendo o que der. Pra quem é ligado em natureza, acho que esse é um dos programas indispensáveis pra quem quiser se conectar um pouquinho com esse lado dos USA.