May 3, 2012

#84

Hey people... hoje o dia foi mais tranquilo, tive a chance de pensar bastante e resolver o que eu vou fazer... vou adotar uma abordagem singela, ficar em banho maria durante um mes, que eh quando minha LCC volta de viagem. Hoje o dia foi bem legal, eu sai com a Sally e a gente foi na Starbucks, depois ficamos conversando no carro e eu fui pra casa dela (como eu ja disse, ela mora na mesma vizinhanca. 2 minutos andando e puff, to na casa dela) e fiquei la ate 9:40, hahaha, fofocando e rindo, foi otimo, como ela mesma disse, a gente parecia duas adolescentes.

Nisso eu vi o quanto eh bom sair dia de semana, depois de um dia cheio e depois de ter trabalhado uma hora e meia a mais que meu horario. Isso porque ontem eu trabalhei 1 hora e 50 a mais. A gente vai aguentando... Enfim, foi super divertido, amanha eu vou pra casa dela de novo, vamos fofocar mais e eu tenho certeza que a gente vai se tornar grandes amigas. Eu sempre a achei super legal, mas achava ruim que a gente so ia pra gym juntas e nem tinhamos como conversar, acho que o projeto academia foi abandonado de vez, hahahaha.

Enfim, amanha minha fofa vai perguntar como foi minha saida, certeza. Ai eu vou dar uma de joazinho sem braco e falar que foi otimo, que pena que em julho ela vai embora e eu vou ficar presa de novo, entao que eu tenho que aproveitar enquanto eu tenho um carro a disposicao. Veremos como vai ser a reacao. Dai semana que vem eu solto mais algum outro comentario sobre isso, quando eu tiver minha aula sabado, eu solto que queria tanto ter a chance de estudar todos os dias, porque foi tao legal e eu adorei estar numa sala de aula de novo, e que quase 5 horas de aula eh super cansativo.

Dai se no fim de semana que vem ela pedir pra eu trabalhar (ela ja disse que nesse agora eu nao preciso) eu venho, trabalho toda bonitinha, ai domingo ela vai me ver trancada em casa (e a Sally vai pra NY, nem tem chance de eu ir hang out com ela) e eu vou comentar que nossa, que triste que foi perder o domingo pq o Bobby nao tem como ficar dirigindo back and forth todo fim de semana. E nisso eu vou fazendo aquela lavagem cerebral, vou comentando uma coisinha aqui, uma coisinha ali, falo que vi um curso super legal pra sei la, outubro, mas poxa, que pena, eh durante a semana. Ai quando a fofinha da LCC voltar eu converso com ela e falo meus anseios e o que eu andei falando com a fofa.

Ai em junho eu vejo o que vai rolar. Espero ate setembro e extendo com outra familia? Peco rematch logo e deixo eles na mao? Se eu achar outra familia, beleza, eu agilizo as coisas. Mas enfim, ta tudo na mao de Deus e  quem decide isso eh ele, entao vamos confiar ne? Beijo proces :)

2 comments:

  1. Te entendo Larissa! Eu também não dirigi durante os dois anos do programa, e se bem era mais fácil, era uma vizinhança boa de se caminhar, sentia a falta de liberdade e de fazer algo depois do trabalho, e aulas durante a semana. Acho que faz bem mesmo em tentar "lavagem cerebral", né, quem sabe. Agora, não se conforme com uma situação que não te deixa confortável! Se for o caso, muda de family. Sim, você pode trocar problemas pequenos por médios, ou médios por grandes, ou grandes por XXL. Mas quer saber? Esse é o risco que pagamos para ser felizes! Para pular um abismo, precisamos dar um passo atrás e tomar impulso. E depois, pular visualizando já o outro lado!

    Ah ri um monte com seu comentário. Huahauha agora vc me achou! Spil é o short version do meu sobrenome, que é Spilborghs (e eu amo, mas dificilmente alguém se lembra dele ou consegue pronunciar).

    Bjão!

    ReplyDelete
  2. Larissa NogueiraMay 3, 2012 at 11:23 PM

    Mari eu nunca fiz questao de dirigir. Assim, nunca mesmo, nao gostava nem no Brasil. Mas cheogu num ponto que eu vou vencer meu medo e seguir em frente, pq nao rola ficar trancada nao. A lavagem nao ta surtindo muito efeito, tudo pra ela eh lindo e cor de rosa, entao vou pro contra-ataque e falar com minha LCC domingo como quem nao quer nada (se eu nao desabar a chorar ne).

    E quer saber? Eu vou pular o abismo sim. Se as coisas derem errado de novo, pelo menos vao ser diferentes. E ai eu posso tentar mais uma vez. Quem disse que a gente precisa aceitar o que tem mesmo sendo ruim, so pq ja eh "nosso"?
    E gente, que sobrenome mais chique, adorei! Beijo

    ReplyDelete