May 30, 2012

#91

Oi galera. O post de hoje vai ser um daqueles estilo random, preciso escrever e filosofar, mas nem eu sei o que vai sair daqui... Meu processo de rematch ta mais parado que tudo, ja que o proximo passo eh esperar minha LCC dia 7 de junho. Depois disso, so o tempo ira dizer...

Meu fofo passou mal sexta passada e veio pra casa mais cedo. Tava um amor comigo, conversando, puxando assunto e sendo legal. Achei que beleza, ja que agora ele sabe que eu quero ir embora, decidiu me tratar que nem gente. Fiquei toda feliz achando que meus ultimos dias aqui iriam ser menos desconfortaveis. Mas que nada. Ontem quando eu fui sair a tarde com a Sally, ele tava na sala e eu cumprimentei e nada. Perguntei se queria que eu trancasse a porta ou se eu podia deixar aberta que ele mesmo trancava, nada. Beleza, ne? Cheguei a noite depois do jantar e fui por o bolo na geladeira (coisa que eh um milagre, antigamente eu ia trazer pro quarto e o bicho ia apodrecer aqui) e dei oi, nada. Entao ta, ne? Hoje comecei a trabalhar 1 hora mais cedo, entao ele ainda tava aqui. Desci na cozinha, a fofa me da bom dia, o fofo, nada. Na hora dele ir embora, eu to la segurando o baby, ele vai, da tchau pra ele, a fofa solta um "say goodbye to Larissa". Nada.

Enxi o saco ja, isso me faz so ter forcas pra sair daqui logo. Amanha eu trabalho ate mais tarde, a fofa tem um jantar pra ir e ele vai vir pra casa. Diz ela que quando ele chegar, eu to off, mas eu sei bem como que isso funciona. Ate na sexta mesmo, ele chegou umas 3 e pouco, ele falou que 4:30 eu podia entregar o baby pra ele que eu ia ta off. Fiquei off umas 4:50, e isso ele sabendo que o Bobby tava vindo me buscar. Enxi o saco mesmo, cansei de chegar no domingo a noite em casa, depois de passar o weekend fora, e na segunda ter que esvaziar a dishwasher do fim de semana deles, coisa que eu nem usei. Antigamente era please pra isso, please pra aquilo, hoje em dia eh so "faz". Nem "obrigado" eu ganho mais. Cansei de todo dia quando eu comeco a trabalhar, ter que primeiro tirar todos os toys do chao, porque o mais velho fica com ciume dos toys do baby e joga tudo pra cima. Ai ninguem arruma, eu tenho que ir la e arrumar pro baby ter condicao de brincar. Isso quando o mais velho nao quebra alguma coisa. Cansei de ter que carregar roupa, shampoo e o cara**o a quatro quando eu preciso ir tomar banho, ai tenho que por a roupa naquele calor que o banheiro fica, tudo melequento e pregando. Cansei de a noite ir usar o banheiro (pois e pois e, agora eu ate vou de vez em quando) e ter coco no vaso (e nao, nao eh dentro, eh no assento mesmo). Cansei de ter que comer "o que tem", porque eles pararam de comprar comida pra mim, tipo as coisas que eu almoco. Agora se tem left over, eu como isso, se nao, eu me arranjo com nuggets congelado. Ou peco comida, ne? Bem conveniente.

Acho que to cansada dessa vida de olhar kid dos outros, de morar com os outros, sei la. Nao sei se eu esgotei com essa familia aqui, e quem sabe depois do rematch tudo vai ser novidade de novo, e o melhor, com prazo pra acabar. Ate que da um gas novo saber que eu so fico na proxima familia ate setembro, quer dizer, sao 4 meses pra tentar fazer as coisas funcionarem, e dizem que tudo no comeco eh lindo. Quando comecar a ficar chato, opa, to saindo. Ai eh enfrentar outra familia por um ano inteiro. Ou nao ne, eu posso extender so por 6 meses, e depois tentar mudar o visto. Ou so por 9 meses. Isso eh uma possibilidade que eu nunca tinha pensado antes, e agora ta aqui passeando pela minha cabeca. Dai eu morro querendo saber se vou casar ou nao, se eu for, quando, se eu nao for, o que eu faco da vida. Mudo o visto, volto pro Brasil, vou pra Europa, sei la. Sao muitas opcoes, e claro que o fato de namorar meio que elimina metade delas. Mas tudo depende, ne? Se eu casar, fica mais facil ($$$) entrar numa faculdade aqui. Fica facil conseguir trabalhar de qualquer coisa. Fica facil morar em MD/PA pra "sempre". Se eu mudar o visto pra estudante, e o namoro nao der certo, fica facil ir pra NY estudar la. Dividir apt e buscar o sonho de um dia trabalhar no NY Times. Ai se negarem o visto, fica facil pedir a passagem de volta pra Europa, passar 3 meses la (ou o que o dinheiro der, ja que brasileiro nao precisa de visto por 90 dias) se a imigracao deixar. Ou entao desistir de tudo e voltar pro Brasil, talvez mudar pro Sul, ou SP, ou Rio, ou qualquer coisa. Comecar outra faculdade, arranjar um trabalho pra pagar as contas e morar sozinha, realizando esse sonho. Sao muitas opcoes, sao muitas possibilidades e mais ainda, muitas duvidas. Sou muito chata com planejamento, quero saber o que vai acontecer e aonde vou estar em 1, 2, 5 anos.

Nao sei se eu tenho forcas pra ficar ate setembro do ano que vem como au pair. To nova? To. Faco 22 daqui menos de 2 meses, ou seja, to melhor que muita guria que ta beirando os 27 com as mesmas crises existenciais que eu to agora. Nem saber o que eu quero fazer ainda eu sei. Ta, jornalismo, mas e ai? Se nao der certo? Tentar ser fotografa? Nesse pais? Viver de fotografar casamento? Sei la, to ficando doida com as possibilidades. E se eu acabar casando e me acomodando? Tendo que trabalhar de nanny pra pagar as contas por mais 3,4 anos? E nao ter tempo nem animo de fazer college? Sera que isso eh so outra forma de depender dos outros? Alias, nao foi pra buscar minha independencia que eu sai de casa? Sai da asa de mae e pai pra vir morar com outra familia? Da menina que nao podia sair a noite e voltar pra casa de taxi porque era "perigoso" pra menina que desce do onibus em NYC as 4 da manha? A minha liberdade pessoal eu encontrei. Ainda que eu nao tenha a liberdade de ir e vir, eu me sinto mais livre e independente. Sinto que eu posso respirar. Agora so falta dar asas ao passarinho que ta preso aqui dentro. A questao eh, pra onde eu vou voar?

May 22, 2012

#90

Oi gente (alguem ainda le isso aqui, HAHAHA?). Vim maaais uma vez dizer que nao, nao foi dessa vez. A LCC substituta bem que tentou me fazer pedir o rematch no domingo.

PERAI. QQ? Pois eh pois eh, na sexta eu recebi um email da lindissima perguntando se podia vir aqui em casa domingo as 2pm pra conversar. Aqui que eu ia perder meu domingo pra voltar pra casa pra ter uma conversa sem sentido (ja que eu nao quero fazer meu rematch com ela) e ter que ficar presa aqui, porque a Sally ta linda e loira la nas Bahamas. Minha fofa respondeu falando que por ela tudo bem, e perguntando se por mim tambem tava tudo bem (isso porque a LCC mandou email pra fofa, com copia pra mim, perguntando se o horario funcionava pra fofa e so ne? Porque au pair nao eh gente e nao tem direito a ter fds off, de certo).

Ai eu desesperei, liguei pra fofa na mesma hora falando que poxa, achei que a gente tinha combinado de esperar a minha LCC voltar. Ela falou que tambem estranhou o email da outra, mas que achou que uma das LCC's que eu estou em contato (e que diz ter familia pra mim), entrou em contato com ela e quis agilizar tudo. Ai la vai eu mandar email pra LCC que tem a tal familia, explicando maaaaaais uma vez que eu quero fazer rematch com a MINHA LCC. Ai beleza, fui pro Bobby, no sabado fiquei o dia todo fora praticamente e a noite minha fofa mandou uma txt pedindo pra eu ligar ASAP pra ela. Liguei e ela disse que a LCC substituta tava atras de mim, pra eu ligar pra ela. Liguei e ela ficou la falando que morava longe, que quase nunca vinha pra esses lados, que era pra eu aproveitar que ela ia ta por aqui pra fazer o meeting logo, que ela nao era paga pra ficar indo na casa das host families pra fazer conversa de rematch - NE? Ai eu ja vi que eu nao faco meu rematch com ela MESMO. Avisei que nao, muito obrigada, eu esperaria minha LCC mesmo. Ela mandou eu pensar melhor e mandar um email pra ela no domingo de manha com a minha decisao.

Nisso a LCC que ta com a familia la me mandou email falando que quanto mais rapido eu fizer o rematch, melhor. Mas ai gente, nao vou fazer sem ter garantia de nada, ainda mais com essa mulher que nem vai me ajudar. Nem ela, nem a coordenadora de area. A LCC substituta ainda falou que eu to pegando o boi que a HF ta nas boas comigo, que eles vao me dar uma boa referencia, mas que se por acaso algo acontecer, eles podem se negar a dar referencia. Tipos que EU sou a au pair problematica, ne? Peguei birra mesmo.

Domingo chegou, eu mandei o email bonitinho explicando que nao, nao quero ter meeting, quero a minha LCC. Nisso nem recebi resposta mais, a bicha deve ta com raiva de mim. Nem ligo. Ai a MINHA LCC que eh a coisa mais linda do mundo finalmente respondeu meu email. Todos os emails trocados entre fofa, LCC vaca e eu, foram com copia pra ela, entao ela ta ciente da situacao. Me parabenizou por ter tido coragem de falar tudo e falou que gostou muito de saber que eu quero esperar por ela. Que vai fazer o impossivel pra me ajudar. E que so sente muito que eu nao vou mais fazer parte do cluster dela.

Alem disso, minha fofa disse que meu baby comeca na daycare dia 25 de junho. Ou seja, dia 7 minha LCC volta, la pra segunda feira (dia 11) ela deve vir fazer a exit talk, e ai sao duas semanas certinhas. 2 semanas em rematch, 2 semanas pro baby comecar na daycare. Timing perfeito. To confiante e tenho fe que vou conseguir uma familia linda com tudo que eu tenho direito. E se nada der certo e em duas semanas (oficiais) e mais o tempo que eu tenho ate la, eu nao conseguir nenhuma familiazinha, a gente sempre tem o plano B, ne? :)

May 15, 2012

#89

Oi gente! Vim aqui atualizar vocês da minha situação "delicada". Na sexta feira o dia correu tranquilo, a fofa avisou que eu nao precisava trabalhar esse fim de semana e eu fui bonita e serena pra casa do Bobby, com a decisão de esperar minha LCC na cabeça.

No sábado a fofa me mandou um txt avisando que queria falar comigo, pra eu ligar assim que possível. Liguei na mesma hora né? Ela disse que o fofo agora tava se sentindo desconfortável também e que talvez seria melhor fazermos o rematch agora. Que ia mandar um email pra LCC substituta e que nao era pra eu assustar quando recebesse o email. Beleza né?

Enfim, alguns minutos depois eu recebi, ela mandou com copia pra mim e pra minha LCC, falando por cima como tava a situação aqui em casa, que ela nao quer que o fofo se sinta desconfortável na própria casa e que ele ta com medo de falar qualquer coisa pra mim e eu interpretar errado, mas que ele mesmo admite que eh grosso e tal. Mas foi bem fofa falando que eu era uma ótima Au Pair e que ela espera que eu encontre uma nova família, que eu mereço e tal.

Dai ontem a LCC mandou um email pra fofa, super gentil, falando que sabe o quão difícil deve estar sendo pra fofa e pra toda família, que assim que ela puder pra fofa ligar pra ela, enfim, um doce. Nao sei se ela pretendia mandar o email pra mim mas né, recebi. Dai mandou um pra mim também bem menos amistosa, só falando que eu devia ta bem triste e que era pra eu ligar pra ela. Tentei ligar e caiu no voicemail. Dai passou uma hora mais ou menos, eu recebo o email da fofa mandando nosso endereço pra LCC e ela agradecendo super fofa. Pensei "bom, ela já falou com a fofa e viu que eu liguei e nao me ligou de volta." já nao gostei dela. Liguei de novo e ela me perguntou porque eu queria o rematch, eu contei meio por cima e ela falou que eh bem o que a fofa falou mesmo. Dai me perguntou se eu queria continuar na área, se eu queria cuidar de kids em quais idades, e avisou que eu teria que ficar duas semanas aqui.

Ai eu falei que nao sabia se esperava a minha LCC, que a fofa quem disse que queria resolver agora, ai ela disse que se eu quiser esperar, ótimo, se nao, ela vem aqui. Que ela mora há uma hora aqui de casa, então teria que vir no fim de semana e tal.

Ai quando a fofa chegou a gente foi conversar e eu contei que nao sabia se podia confiar nessa LCC, que dependendo elas podem tornar tudo mais difícil pra au Pair, nao pondo famílias no app e tal. Que por mim eu esperava a minha LCC mesmo, afinal de contas a família ta saindo do programa mesmo, então nao eh do interesse da LCC manter minha HF, que isso meio que lava as mãos dela de qualquer responsabilidade em me arranjar um match. Além disso minha LCC sabe que eu namoro, ela teve rematch e conseguiu ficar na mesma área por causa do namorado, que hoje eh marido. Então confio mais nela.

Minha fofa disse que tudo bem, que nao se importava de eu ficar aqui e que o fofo nao ta com raiva de mim. Falou mais um monte de coisas fofas e que tudo acontece por um motivo, que eu vim parar nessa HF por uma razão e que agora era meu tempo de sair em busca de novas oportunidades e fazer a diferença em outra casa.

Ou seja, to em rematch porque to na busca de famílias, mas ao mesmo tempo nao to porque ainda nao eh oficial, então tomara que eu ache alguma família antes de ficar ON, assim eu nao desespero com medo de voltar pro Brasil :)

May 11, 2012

#88


E chegou o momento que todos esperavam ansiosos (to errada?). Pedi o rematch. Mas calma MAE! To bem, to viva, preocupa nao que o post vai ser longo mas tem final feliz, entao antes de pegar o telefone pra me ligar, termina de ler primeiro, hahaha :D

Depois de ter falado com a LCC eu tinha decidido esperar por ela, certo? Certo, mas isso nao me impedia de tentar achar alguma familia so por via das duvidas. Entao mandei email pra varias LCC's contando a minha historia, pedindo uma opiniao e claro, perguntando se tinham alguma familia. Algumas me responderam falando que nao tinham familia mas que eu deveria pedir rematch, que ela iam pensar em mim e tal. Outras mandaram falando que tinham familia, mas que eu tinha que entrar em rematch primeiro pra elas poderem me ajudar. Todas me aconselhando a conversar com minha fofa. Ateeeeeee que do nada chega um email da minha coordenadora de area. F*deu ne? Ela falou que eu nao podia mandar email pras LCC's assim, que eu tinha que falar com a familia e que se eu nao quisesse falar com eles, ela falava. Que porque eu tinha esperado minha LCC sair do pais pra poder fazer isso, enfim, eu desesperei, mandei um email ENORME de volta, explicando todos os meus motivos, falei que tava aguentando porque achava que as coisas iam mudar um dia, mas que a mudanca nunca veio, enfim, maior dramalhao mexicano. Ela me mandou outro falando que eu realmente deveria falar com minha fofa e que me apoiava em qualquer que fosse minha decisao. Passei a terca e quarta com o c* na mao, sem saber o que fazer, se eu falava com a fofa, se eu largava de mao...

Ai ontem de manha enquanto ela tava arrumando o cafe da manha dela, e eu la brincando com o baby, nao sei como nem porque, eu comecei a falar do fofo. Que ele fazia eu me sentir super desconfortavel, que ele ate reparou o jeito que meu pe pisava no chao, enfim, contei algumas coisinhas aqui e ali e ela sempre justificando que era o jeitinho dele, que ele tratava todo mundo assim, que eh o jeito que ele foi criado, e eu rebatendo falando que poxa, eu tentei tantas vezes falar com ele e nunca adiantava, ele mudava durante dois dias e no terceiro ja tava um ogro de novo, ai acho que ela viu o rumo que a conversa tava levando, olhou no relogio e ops, preciso ir porque tenho um meeting. Ta bom entao ne?

Ai eu desanimei de novo, passei o dia triste, sem saber se eu continuava falando com ela, se eu largava de mao... ai a Isabelle, que tem sido uma amigona nos ultimos dias, sempre me encorajando e incentivando, mandou eu largar de ser besta e quando a fofa voltasse, nao ia ter meeting atrasado nem desculpa nenhuma pra fazer ela nao me ouvir. Pra eu sentar e falar. Ta ne?

Ela chegou e nem eu sei como eu voltei no assunto. So sei que eu fiquei la em pe falando tudo que meu fofo me falava, enfatizando bem que eu me sentia super desconfortavel aqui, ai eu falei que ele tambem falava coisas sobre o Bobby, ela perguntou o que, eu so apontei pro mais velho e falei que ele nao podia ouvir, ai ela mandou ele subir pro quarto pra brincar e eu contei tudo. TUDO. Ela ficou chocada, falou que nao eh da conta do fofo o que eu faco ou deixo de fazer, com quem eu namoro ou deixo de namorar. Ai ela falou que ia conversar com ele sim, que nao tinha cabimento isso, que aqui era minha casa, ai eu soltei que eu me sinto tao desconfortavel que ate pra ir no banheiro a noite nao rola, contei o lance do xixi no copo, contei TUDO. E ela super chocada, falando que eu nao merecia passar por isso, que esse nao era meu objetivo ao vir pros U.S. Ai ela falou pra eu sentar, parece que quando eu sentei a lingua desenrolou mesmo, porque eu comecei a falar do quanto eu tava frustrada ao ter pego a ultima aula possivel, por causa do deadline, que eu tinha em mente estudar durante a semana, que eu me sentia presa aqui durante a semana por nao ter carro, enfim, falei tudo.

Ai ela ja sacou o que eu queria... falou que nao era justo comigo mesma eu estar infeliz, que eu tinha que ser egoista e pensar na minha felicidade primeiro, pq se eu nao to feliz, nao tem como eu fazer quem ta perto de mim feliz tambem, que se eu vim com esse objetivo eu tinha que ir atras, que se extender com outra familia era o que ia ser melhor pra mim, que se pedir rematch fosse o melhor, o que quer que eu quisesse fazer, eu tinha que fazer o que fosse melhor pra MIM. Ai eu ja tava chorando, falando que nao queria decepcionar ela, porque ela era uma pessoa muito boa (e eh mesmo viu gente?), que eu amava o baby demais, que eu ia morrer de saudades, mas que eu nunca tinha sido egoista na minha vida e sempre me preocupava tanto em agradar que eu me punha em segundo plano, mas que eu nao consigo mais chorar todo dia e fingir que ta tudo bem, enfim, daquele modelo. Ela me abracou e falou que nao ta desapontada comigo, que provavelmente vai por o baby numa daycare porque nao quer pegar outra au pair, que eu tinha que ir atras do que eu queria pra mim, se era uma HF com carro, se eram kids que vao pra escola, o que fosse me fazer feliz. Falou que o que eles tiverem de fazer pra me ajudar eles vao fazer, se precisarem de dar recomendacoes eles dao, enfim. Falou pra eu ver se eu espero minha LCC voltar ou se eu tento com a substituta mesmo.

Ai eu subi pra me arrumar pra ir pra Sally, dai fiquei la ate umas 10 e quando eu voltei, tava a fofa e o fofo na sala, aquele climao... Dei oi, ela perguntou como eu tava, eu falei que tava bem e subi pro quarto. Ai hoje acordei, tava so ela aqui grazadeus, ai eu perguntei como o fofo reagiu, ela falou que bem, que a hora que eu cheguei eles tavam meio que "brigando" porque ela tava falando que ele nao pode ser assim, que ele nao pode tratar os outros assim, ele falando que tinha seeeeeculos que ele tinha dito certas coisas pra mim, que ele realmente nao pensa pra falar, que ele pensa algo e simplesmente fala, enfim, minha fofa tentou por as coisas na cabeca dele. Ai eles chegaram a conclusao que nao vao ter outra au pair mesmo, que a daycare vai ser ate melhor pq o baby precisa interagir com outras kids. Ai a gente ficou conversando um tempo, ela falando que no fim das contas o programa nao era o que ela pensava, que ela achava que teria alguem aqui a disposicao 100% do tempo, que quando eu comecei a sair/viajar nos fins de semana ela pensou "mas ela nao era pra ficar aqui? ser parte da familia?", que ela se sentia mal se quisesse sair fim de semana e me deixar trabalhando, porque ai ela ia ta me privando de me divertir tambem. Ai eu contei que eles vendem dois programas diferentes, que a maioria das familias nao sabem que a gente paga pra estar aqui (ela nao sabia), que pra nos, eles vendem como uma chance de passar um ano nos US trabalhando E estudando, que era uma chance de viajar e conhecer o pais todo, ja que vir pra ca era muito caro, ai ela falou que faz sentido porque nenhuma menina nova nos seus 20 e poucos anos vai deixar de viver pra passar um ano em casa so cuidando de crianca, ai eu falei que realmente, que tinha muita menina formada vindo, que aqui tem advogadas, psicologas, mas que aqui sao so babas, e que a gente precisa de um tempo pra espairecer, viajar e aproveitar o ano aqui.

Enfim, teve mais coisas, mas eu nao lembro agora. No fim das contas, ela ta me tratando normal, eu nao vou ter de trabalhar esse weekend, ta nas minhas maos se eu quero esperar minha LCC ou se eu tento com a que ta aqui. Ela falou que meu fofo quer falar comigo, mas que se eu quiser, ela pode estar presente, eu falei que logico, que eh pra ela estar sim, hahahah. E eh isso, bola pra frente que dessa vez tem que dar certo :)


May 7, 2012

#87

Oi gente! Como eu disse no post anterior, hoje foi aniversario da fofissima. Entao acordei no horario normal, ela tava no quarto do baby com ele, e eu fui e dei os parabens, ela agradeceu e comecou a perguntar do fim de semana. Me da uma dor no coracao porque eu sei o quanto ela eh uma fofa, quando eu disse que cai no level 9 ela disse que sempre avisou que meu ingles era bom, ficou super interessada em todos os detalhes e tal. Uma fofa mesmo.

Dai a gente desceu e eu resolvi comentar sobre os $195.75. Perguntei se tinha algo errado e se eles estavam insatisfeitos de alguma forma com meu servico, ela falou que nao e perguntou o motivo, eu disse que sempre recebi 200 e achei estranho ela ter mudado. Ai ela me explicou que na sexta quando tava olhando o site da CC, viu que o valor eh 195.75 mesmo e que sempre achou que era 200, e que fez as contas e viu que eles me pagaram cerca de 140 dolares a mais por conta disso, mas que se eu quisesse ela podia voltar com os 200. Eu falei que a maioria das minhas amigas recebem 200, que as familias fazem isso porque valorizam o trabalho e que geralmente as familias que eram mesquinhas que pagavam 195.75. HAHAHAH FALEI MERMO.

Dai ela saiu e o dia foi super bom, a Sally veio aqui com a girl dela e a gente ficou uma hora no playground, o E* brincou um pouquinho e eu trouxe ele pra almocar. Umas 4:45 minha fofa chegou e eu ja avisei que ia pra Sally, ai ela falou que ia fazer a janta mas que nao sabia se o fofo ia levar ela pra jantar fora. Subi, peguei minha mochila e vazei pra casa dela.

Mais uma vez, foi super otimo, a gente conversou e fofocou ate, sinto que cada dia mais a gente se torna mais e mais amiga. Eu sai de la as 9:30 e a gente ja combinou que amanha ela vem pra ca. Dai cheguei e fui na cozinha esquentar um pedaco de frango pra mim, o fofo ja desceu pra ver o que eu tava fazendo, eu soltei um "Hey" e ele me ignorou. Beleeeeeeza. Peguei meu pratinho e subi pra comer no meu quarto, ai quando eu fui descer pra por na dishwasher ele me solta "I know why you wak so hard." (Pra quem nao sabe, ele sempre implicou que eu piso muito forte, que eu ando igual um homem, que a fofa quando anda nao faz nenhum barulho). Ai eu so soltei um "Why?" e ele me solta que eh porque eu piso com a parte traseira do pe e nao na ponta dos dedos.

MEO. Vai CAGAR que o cara repara no jeito que eu ando, no movimento que meu pe faz, ne? Que que eu posso fazer se a esposa dele pesa 50 quilos e anda igual uma pluma? Eh MUITA falta do que fazer. So soltei um "hm" e subi de novo, fazendo mais barulho ainda. Fico puta com umas coisas dessas, porque eh querer implicar por NADA. Ainda fui mais atrevida ainda e usei o banheiro, super hardcore. Que mijar no copinho o que, que eu nao sou obrigada. Revoltei.


May 6, 2012

#86

Oi gente! Bom, depois da minha decisao de ir falar com a LCC, so me restava esperar. Minha sexta foi ate tranquila, minha fofa acabou me inscrevendo online pras aulas (sendo que eu achei que a gente ia la, mas ta ne?). Eu ainda tinha que pagar $65 pro teste de ingles mais uns $100 pros livros, se eu ficasse num nivel alto. Ai eu achei que isso era a parte dos $500, mas acabou que nao, entao ela fez as contas la e resolveu me dar a grana toda. O Bobby vinha me buscar e o fim de semana ia ser legal. Mas acabou que a Sally queria ir na academia bronzear e queria que eu fosse com ela, dai depois ela me levava no metro. Beleza, combinado entao.

Acabou que o fofo dela saiu com o carro e deixou o outro la, mas sem as chaves (pelo menos foi o que ela pensou), entao eu fui tomar banho, lavar e secar o cabelo e tal, ai quando eu tava pronta eu fui pra casa dela e ela pegou o carro (que tava la o tempo todo), foi na academia por uns minutos e me levou na estacao. Detalhe super divertido foi que nenhuma das duas sabia aonde era a estacao, e o gps nao colaborava entao qual foi a solucao oferecida por mim? Seguir um onibus. Comecamos seguindo um e terminamos seguindo outro, mas chegamos la!

Quando eu cheguei na casa dele, eu ainda nao tava com o dinheiro na conta. Pelas minhas contas ela ia dar $200 da semana, como ela sempre me pagou, e $150 pros livros + teste de ingles (eu achei que era 50, e nao 65). Acabou que ela me mandou uma txt falando que tinha transferido 154.25 pras despesas da escola, e como ja tinha pago $220, ela ainda me devia $125.75 do resto da bolsa de 500 dolares, que ela ia me pagar na proxima semana. Alem disso, tinha depositado meu pagamento de $195.75. Quis morrer ne, eu ganho 200 desde que cheguei aqui e agora vai comecar com mixaria de contar cents? Mas ta, nao vamos nos estressar com isso e perder o fim de semana.

No sabado de manha a gente acordou 6:30 pra dar tempo de se arrumar e eu estar na escola as 8. Cheguei la nem aberto tava ainda, ai passou um pouco eu entrei e fiquei esperando pra fazer o teste. O carinha me deu um formulario pra responder, scaneou meus documentos e eu fui fazer o teste escrito, com 60 perguntas. Depois foi o listening test, com 20 perguntas, e por fim, quase uma hora e meia depois (porque os alunos comecaram a chegar e como era o primeiro dia de aula, tava todo mundo comprando os livros e tal. Nisso eu fiquei conversando com uma guria brasileira que eu tinha falado por facebook, super legal ela) eu fui fazer o speaking test com o professor.

Basicamente ele perguntou um pouco da minha vida, pra eu descrever minha host family e tal, e por fim mostrou algumas figuras e eu tinha que contar a historia. Contei com o maximo de detalhes possivel, e meu resultado foi bom. O nivel vai de 1 a 10, e depois do 10 tem a turma de TOEFL. Eu fiquei no nivel 9 (todas gritam yaaaaaaay *-*). Ai fui comprar os livros (93 doletas) e fui pra aula.

Gente, que delicia de aula viu? Tem 2 brasileiros alem de mim, uma alema, uma do El Salvador e uma da Turquia/Arabia-algo assim. O professor eh super otimo, chama a gente pelo nome, a aula corre super tranquila, a gente conversa sobre varios assuntos, aumenta o vocabulario, aprende novas palavras, enfim, foi perfeito! Tem dois intervalos, no primeiro eu fui com 2 brasileiras no 7 eleven comprar algo pra comer e no segundo eu so fiquei la conversando com a brasileira que eu conheci no inicio.

Quando a aula acabou, eu fiquei esperando o Bobby na porta do predio, dai todas as brasileiras (todas au pairs) se juntaram, umas 6 meninas, e a gente ficou la conversando. Foi super otimo, tem gurias de toda parte do Brasil, cada uma ta aqui ha um tempo, enfim, foi otimo. Dai ele chegou e a gente voltou pra casa pra jogar Skyrim. No domingo eu tinha meeting e cada au pair tinha que cozinhar algo do seu pais, entao eu fiz brigadeiro.

A Sally foi pra Gaithersburg no sabado (ela passeou em DC o dia todo e a noite foi pra la) porque tem um amigo dela da Alemanha que mora la, entao no domingo o Bobby me deixou na casa do amigo dela e nos duas fomos pro meeting (ela tava de carro). Chegamos la primeiro que todo mundo, logo depois a LCC chegou com a filha liiiiiiinda e o marido (era um meeting pras host families tambem). Nos duas sentamos com a LCC e contamos TU-DO. A Sally ta tendo um hard time na familia dela, super pior que o meu, mas como o ano dela acaba em julho e ela ja passou por dois rematchs, ela vai tentar segurar as pontas. No meu caso, eu achei que minha LCC ia falar pra eu segurar ate setembro e entao mudar de HF.

Que nada. Ela acha que eu tenho eh que pedir rematch mesmo (que era o que eu queria) e super me apoiou, tomou meu lado na historia e tudo. Eu falei que quero esperar ela voltar de viagem no comecinho de junho pra resolver, porque ao menos eu teria ela aqui (a LCC que vai ficar no lugar dela eu nao conheco E eh americana, ou seja... enquanto isso a minha foi au pair 7 anos atras, passou por 2 rematches e entende bem como as HF sao). Ou seja, tudo resolvido, agora eh ir conversando um pouco ali, um pouco aqui, ate ela voltar. Eu ja falei com a fofa sobre a Sally ir embora em julho e eu ficar sozinha de novo sem ter pra onde sair durante a semana, ela so falou pra eu arranjar mais amigas que podem me dar carona.

Ela quer que eu trabalhe proximo sabado a noite, eu ja comentei que beleza, trabalho, mas pra ela me deixar saber com antecedencia porque o Bobby ia me buscar sexta e seria nosso unico dia (ou melhor, horas) juntos, ja que eu ia perder o domingo anyway e a Sally ia pra NYC. Ela so falou "ok." Nisso minha LCC disse que na sexta minha fofa ligou pra ela pra confirmar se os livros tavam inclusos ou nao, e falou que pq eles tavam super apertados e tal, ai eu comentei com a fofa quando ela chegou que eu tinha entendido errado, que eles tem eh que prover um meio da au pair ir pras aulas, como gasolina, por fora dos 500. Nenhum comentario a parte.

Bom, depois do meeting eu e a Sally fomos prum cafe e ficamos hanging out la um pouco (BTW os brigadeiros foram um sucesso!) e depois viemos aqui pra casa. Meus fofos tavam na PA e a Sally ficou aqui ate eles chegarem, ai umas 10 da noite ela foi embora. Meu fofo tava na sala, eu so disse "hey", ele respondeu e foi isso. Eu adorei ela ter vindo, a gente fofocou horrores, foi super otimo e eu me sinto cada dia mais amiga dela. Enfim, o saldo do weekend foi positivo!

au pair meeting :)

materiais pra escola *-*



e uma foto do lindo :x

May 3, 2012

#85

Oi galera! Eu me lembro de quando eu fiz a primeira lista de exigencias da HF "perfeita". Lembram? Pois eh, eu vi que eu deixei muita coisa pra tras porque "ah gente, nem ligo tanto assim". MENTIRA, ligo sim, e agora vou ser pe firme com minha decisao. Se tiver de ser, sera. Se nao, eu volto pro Brasil (to rebelde, hahahaha). Eu coloquei a lista aqui de novo com todos os items e as consideracoes que eu fiz na epoca, ai agora vou fazer a ERRATA, hahahah e com 8 meses de sazunidos, consigo enxergar o PORQUE dessa lista ter exigencias consideraveis e razoaveis.

  • 3 hrs de NYC: mas acaba que DC é tão bom quanto, eu estou só a 4 horas de NYC e megabus tá aí pra isso. 
ERRATA: beleza, como eu quero continuar na area de DC-MD-VA, isso ainda vale. Claro que eu amo, AMO NYC e quero continuar indo pra la, mesmo fazendo seculos que eu nao vou (essa vida de guardar dinheiro eh foda viu). Maaaaaaaas DC eh tao bom quanto uma ova, NY eh NY e sempre sera. DC eh uma bosta, pronto falei.

  • 2 kids com idades entre 4 e 15 anos: acabou que tem um boy de 4, mas que eu só vou aprontar pra ir pra escola, e vou ficar com o baby. E querem saber? Achei MARA. não vou ter que aguentar menino mimado me chingando e batendo, vou ver meu little E* engatinhar, andar, falar as primeiras palavras... lindo demais. 
ERRATA: Cheeeeeeeega de bebe na minha vida. Amo meu lindo? AMO. Mas quero crianca que vai pra escola, que me de a chance de sair de casa durante a manha/tarde, porque meu, ficar o dia inteiro, todos os dias em casa, eh dose viu. Mas faco um PS que foi a coisa mais delicia ver ele falando "dada" a primeira vez, ficar em pe, engatinhar, gracinha da au pair, gente.

  • banheiro no quarto: nunca tive, um ano a mais sem não vai me matar não. até porque não tenho produtos de beleza caros pra poder ficar guardando a sete chaves, então tranquilo. E sobre os requisitos que eu acho os mais importantes, eles atenderam todos: 
ERRATA: Exigencia numero UM. Cansei de mijar em copinho de plastico. Quero um banheiro pra mim, pra tomar banho a hora que eu quiser sem host batendo na porta perguntando o que que eu to fazendo (to cozinhando, claro). Quero acordar de madrugada e nao ter que por roupa pra descer e ir ao banheiro (eu durmo com uma camisetona do Bobby e so). Recomendo esse video aqui pra quem acha que querer banheiro eh frescura:


  • Hosts que trabalham fora de casa: porque acho stay at home um saco, desculpa aí quem gosta, mas eu não curtia nem quando minha chefe ficava na minha sala, pensa a mãe/pai na casa o dia todo? 
ERRATA: continuo firme e forte na mesmissima opiniao. Quando a fofa/fofo estao em casa, chegam mais cedo ou whatever, eu fico louquinha, nao faco nada e acho que tudo que eu faco to sendo vigiada.

  • carro ou transporte público na city: carro pros momentos de trabalho, e se eles pegarem confiança em mim, pros momentos off. transporte de DC é a coisa mais linda, a estação de metrô mais perto da minha casa fica a 20min, mas pra deixar o carro lá é $5, então tá de boa. 
ERRATA: preciso falar? Preciso MESMO? PEGAR CARRO DE C* EH R*. Nunca dirigi aqui, eles morrem de medo de eu pegar o metro sozinha e acham que o Bobby caga dinheiro pra por gasolina toda semana pra vir me buscar. Chega, quero um carro, nem que seja pra eu deixar no metro, mas quero um carro. E ponto.

  • kids com atividades: ela disse que pretende inscrever o DJ em aulas de música, mas não sei se eu quem iria levar. o baby quando ficar maiorzinho também vai ter atividades. 
ERRATA: again: nunca levei ninguem em coisa nenhuma. Quero kids com aulinhas de tudo que eh possivel, pra carregar pra cima e pra baixo.

  • college bom perto: muitos, muitos, muitos colleges bom. tanto faculdades quanto community colleges. tô tranquila! 
ERRATA: nossa, to tranquilissima, oh. Nunca estudei aqui, minha aula comeca depois de amanha e minha fofinha vai me matricular amanha. Delicia hein? Quero faculdade perto nao, quero poder morar aonde eu possa fazer o curso da LADO de dia de semana a noite, e ta bom demais.

  • weekends off: nem fazia questão de serem todos, mas como vão ser... vou reclamar? 
ERRATA: faco questao de todos sim. Uma coisa eh excecao, outra eh regra. Quando que eu vou ver o lindo do meu amor se nao em fins de semana, regados a muito Skyrim e comilancas?

  • city pequena porém com malls and parks: eu sou apaixonada por parques. quem me conhece, sabe. daí que a sei lá, 5 metros da minha casa tem um, com lago e tudo. na frente da casa tem outro laguinho até com chafariz. e o six flags fica a 7 minutos de carro. preciso falar? em relação aos malls tbm tô tranquilinha, em torno de 15min de carro eu tenho 3 opções pra ir. 
ERRATA: andei essa vizinhanca de cima pra baixo, de baixo pra cima, decorei as arvores e ne, cansei. Porque eh so isso que tem pra fazer aqui. O lago realmente eh maravilindo, o Six Flags nem aberto ta e eu nunca fui num mall daqui. Ta bom pra voces?

  • au pairs perto: se eu achei dez meninas, foi pouco. tô sendo bem topetuda mesmo e conversando com todas que vejo que estão a no máximo 1hr de mim. Brasileiras, Alemãs, Colombianas, Argentinas... ninguém escapa. Fiz amizade com uma argentina que sinceramente, já virou amiga mesmo e tô falando com uma alemã que vai embarcar no mesmo dia que eu, vai fazer o treinamento no mesmo dia lá na escola da CC e vai pegar o mesmo bus que eu pra ir pra Bethesda (e de lá, as families buscam a gente). Até agora não apareceu nenhuma brazuca que embarca comigo, então tenho que socializar com as alemãs mesmo, hahaha. 
ERRATA: minha argentina linda foi embora de volta pra Argentina, eu nunca mais falei com a alema que fala portugues e ai, preciso falar das brasileiras que foram comigo? Nao ne. Entao ta. Eu ja sei de quem eu quero ficar amiga, ja sei aonde elas moram, entao to de boa.

  • cellphone: questão delicada, tanto faz, tanto fez. não tenho certeza sobre isso ainda, a HM me perguntou se eu iria levar meu laptop e cellphone, falei que o laptop eu iria, mas o cell não, pq acho que não funciona lá (alias, se alguém souber se um samsung corby funciona lá, me avisem viu? peguei amor nesse celular e não queria deixar ele aqui). mas eu acho que se ela perguntou é porque vai me dar, mas de qualquer forma eu quero comprar um iphone 3 desbloqueado no ebay as soon as possible. 
ERRATA: tanto faz tanto fez uma ova, que o trem aqui pega mesmo. Tive celular por 8 meses e agora nego vem querer cortar, e ai, se precisar falar com a fofaiada? Se rolar uma emergencia? Ta certo que eu tenho iPhone (que nao funciona como celular), mas nao eh todo lugar que o wifi funciona, ne?

  • que tenha housekeeper: ela disse que está vendo a possibilidade de contratar alguém pra ir de 15 em 15 dias. de qualquer forma, eu fiz questão de perguntar duas vezes quais seriam as minhas obrigações na casa: só coisas relacionadas aos boys, não falou nada sobre limpar o banheiro e nem da louça, mas como educada que sou, não custa NADA colocar as coisas na dishwater, certo? 
ERRATA: ela ate tentou me pedir pra lavar o banheiro. So tentou, porque AQUI OH que eu vou lavar. Dishwasher eu nem ligo, adoro fazer. Mas quero morar numa casa limpa, porque meu, a poeira que esse lugar ta, nao tem alergia que aguente nao viu? OITO MESES, e sabe quantas vezes a galera da limpeza veio aqui? Uma. UMA VEZ.

  • aceitem pagar hora extra e não entrar de rematch: não falei sobre horas extras, mas acho que nem quero também. claro que em todos os meus momentos off, ela vai querer passar com o baby pra curti-lo, ela deixou isso bem claro. sobre o rematch, só estando lá posso saber, mas minha primeira impressão é que, a não ser que ela seja uma louca, não vai rolar. espero, né? 
ERRATA: maior erro foi nao falar em hora extra. Cara, elas acontecem. Voce querendo ou nao. Entao melhor ja combinar, $10 por hora ta bom demais. Pra quem trabalha 60 horas por semana de GRACA, eu to aceitando qualquer valor. E beleza, ela nao eh nenhuma louca. Nao sei se vai rolar rematch, se vai rolar extensao com outra familia, se vai rolar a festa e o povo do gueto mandou avisar. Mas aqui eu nao fico, entao ne? Eles me desapontaram em TODOS os quesitos, nao tem porque nao me desapontar nesse tambem.

#84

Hey people... hoje o dia foi mais tranquilo, tive a chance de pensar bastante e resolver o que eu vou fazer... vou adotar uma abordagem singela, ficar em banho maria durante um mes, que eh quando minha LCC volta de viagem. Hoje o dia foi bem legal, eu sai com a Sally e a gente foi na Starbucks, depois ficamos conversando no carro e eu fui pra casa dela (como eu ja disse, ela mora na mesma vizinhanca. 2 minutos andando e puff, to na casa dela) e fiquei la ate 9:40, hahaha, fofocando e rindo, foi otimo, como ela mesma disse, a gente parecia duas adolescentes.

Nisso eu vi o quanto eh bom sair dia de semana, depois de um dia cheio e depois de ter trabalhado uma hora e meia a mais que meu horario. Isso porque ontem eu trabalhei 1 hora e 50 a mais. A gente vai aguentando... Enfim, foi super divertido, amanha eu vou pra casa dela de novo, vamos fofocar mais e eu tenho certeza que a gente vai se tornar grandes amigas. Eu sempre a achei super legal, mas achava ruim que a gente so ia pra gym juntas e nem tinhamos como conversar, acho que o projeto academia foi abandonado de vez, hahahaha.

Enfim, amanha minha fofa vai perguntar como foi minha saida, certeza. Ai eu vou dar uma de joazinho sem braco e falar que foi otimo, que pena que em julho ela vai embora e eu vou ficar presa de novo, entao que eu tenho que aproveitar enquanto eu tenho um carro a disposicao. Veremos como vai ser a reacao. Dai semana que vem eu solto mais algum outro comentario sobre isso, quando eu tiver minha aula sabado, eu solto que queria tanto ter a chance de estudar todos os dias, porque foi tao legal e eu adorei estar numa sala de aula de novo, e que quase 5 horas de aula eh super cansativo.

Dai se no fim de semana que vem ela pedir pra eu trabalhar (ela ja disse que nesse agora eu nao preciso) eu venho, trabalho toda bonitinha, ai domingo ela vai me ver trancada em casa (e a Sally vai pra NY, nem tem chance de eu ir hang out com ela) e eu vou comentar que nossa, que triste que foi perder o domingo pq o Bobby nao tem como ficar dirigindo back and forth todo fim de semana. E nisso eu vou fazendo aquela lavagem cerebral, vou comentando uma coisinha aqui, uma coisinha ali, falo que vi um curso super legal pra sei la, outubro, mas poxa, que pena, eh durante a semana. Ai quando a fofinha da LCC voltar eu converso com ela e falo meus anseios e o que eu andei falando com a fofa.

Ai em junho eu vejo o que vai rolar. Espero ate setembro e extendo com outra familia? Peco rematch logo e deixo eles na mao? Se eu achar outra familia, beleza, eu agilizo as coisas. Mas enfim, ta tudo na mao de Deus e  quem decide isso eh ele, entao vamos confiar ne? Beijo proces :)